sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Sem rumo

Que bonita imagem o abraço de Lula com Mercadante hoje. Depois do anúncio de que deixaria liderança do PT, no senado, Aloísio Mercadante voltou atrás. O motivo pelo qual deixaria a função? O arquivamento das denúncias contra Sarney que o Partido dos Trabalhadores votou a favor.
Aí está mais uma cena da comédia, para eles, que tornou a política um drama, para nós. Lula, Sarney e Collor, uma tríplice aliança pelo silêncio. Claro que, se o presidente da república fosse tucano, aconteceria, exatamente, da mesma maneira. As cartas estão na mesa há muitos anos, e o jogo não muda suas regras. Esconder, negar, desconversar, apropriar-se do que não é seu, mentir, estar (ou ser) sem caráter e permanecer na mesma cadeira. Assim é o jogo.
Quando Mercadante titubeou em deixar a função, já se podia prever que não o faria, porque resquícios de ética estão cada vez mais escassos. Fazer algo que esteja dentro da lei, mas que vai contar certos princípios morais, atesta a falta de ética, o esconderijo júridico de nossos políticos e nossa permissividade. Pois, a guinada que deu o PT, nos últimos doze anos, foi mais que um auto-esfacelamento, foi uma retirada de referência do cidadão brasileiro.
Isto é, sendo contra ou a favor do PT, sabia-se que ali estava um referencial de esquerda coerente e confiável, que já não existe. Não há, no Brasil, uma alternativa ética consolidada, o que há são partidos tentando demarcar seu território e mostrando-se como radicais, mas com apenas alguns quadros e sem um apoio popular que forme a base de militância necessária. Portanto, não temos muito o que fazer.
Porque o que faz a oposição hoje, fará a situação amanhã, se esta for oposição, e fa-lo-á da mesma forma, com os mesmo princípios, pois a oposição de hoje, sendo situação manterá e corromperá. Não sei qual seria a alternativa, creio que alguma haverá, pois hoje só vivo dessa esperança.

7 comentários:

uma poetinha... disse...

enquanto o Lula ainda se fantasiava sobre o muro, ainda possuía algum resquício de respeito meu... agora...rs
bjooo

°annE | Q Mania BRECHÓ disse...

É.... como já disse, compartilho da mesma opinião tua...
E tb vivo de esperança...
bjs...

Fyllos Logos disse...

Amigo,

Recuso-me a responder o escroto do Lula, me abstenho em dizer qualquer coisa, pois sairia daqui palavrões digitados,enfim.

Fora isto, lhe ofereço um calice de vinho branco, para que a paz de espírito se aquede em nossos vázios e insasciáveis corações!!

Beijos!!
afero sentido e deixado.

Rodrigo Bentancurt disse...

Fyllos, não entendi a parte do "afero sentido e deixado"

Pablo BERNED disse...

Rodrigo, não sei não..
Sabe, é complicado julgar os acontecimentos em termos absolutos. Ou seja, olhar a "promiscuidade" política sem olhar a historicidade das coisas.
Tem dois textos que sugeri lá no meu blog e que, ao meu ver, são determinantes para que possamos compreender o que está acontecendo e o que justifica tudo isso que causa indignação nas pessoas no intervalo das novelas. Por que é assim mesmo.
"Eis a questão: "Fora Sarney"? Que ele é raposa velha da política, isso há tempos todos sabemos. No entanto, qualquer movimento abstrato e sem proposta clara se torna vazio. Tem dois textos muito legais que analisam essa situação política:
1 - http://deputadoflaviodino.blogspot.com/2009/07/recebi-da-minha-amiga-e-companheira.html
Esse texto aborda o problema em aceitar campanhas genéricas: é necessário defender sim um projeto consistente de mudança.
2 - http://www.rodrigovianna.com.br/plenos-poderes/udn-psd-e-ptb-com-outros-nomes-eles-sobrevivem-e-disputam-o-poder-no-brasil
Esse outro texto compara a situação política no Brasil atual com o pré-64. De certa forma, é como se fosse necessário o governo Lula retornar ao ponto em que Jango parou.
"

Rodrigo Bentancurt disse...

Olá, Pablo. Lê-los-ei. Contudo, não desejei passar uma idéia de julgamento absoluto, sem levar em conta a historicidade dos fatos, aliás, não desejava nem julgar, senão, mostrar a aflição com a falta de pespectiva de um ex-coordenador da juventude petista.

Pablo BERNED disse...

O segundo link não estava certo: http://www.rodrigovianna.com.br/plenos-poderes/udn-psd-e-ptb-com-outros-nomes-eles-ainda-mandam
Como ex-coordenador da juventude petista tu tem muito de se orgulhar, porque o governo lula conseguiu retomar o ponto em que o brasil estava antes do golpe de 64. Afinal, em 2003 fazia quase 40 anos de retrocesso no país.
Abraços!
http://blogdoberned.blogspot.com/